Pontos Turísticos

 

Em Nazaré Paulista, entre as serras da Mantiqueira e Cantareira, a represa do rio Atibainha tem uma área de 25 quilômetros quadrados, com duas praias: a de Lava Pés, no centro do município, e outra no bairro Itinga. A represa é propícia à pesca esportiva e a passeios náuticos com pequenas embarcações, jet ski, lanchas, etc.

 

Fundada em 1676, Nazaré Paulista serviu de passagem para os bandeirantes, viveu um período de riqueza com a agricultura cafeeira e hoje está voltada

para o turismo ecológico e a agropecuária. A zona rural do município produz flores, escargot, rãs, cogumelos, mel, queijos, pinga e farinha. No artesanato

destacam-se os bordados, o crochê e a pintura em tecido. A pequena cidade de Nazaré Paulista apresenta relevo montanhoso, atingindo 1.030 m de altitude,

com nascentes, cachoeiras e águas represadas em seus vales. Várias marinas e pousadas, excelente lugar para se passar um final de semana com a família e amigos.

Represa Atibainha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

São 25 km² de terras alagadas propositalmente pelo homem que formam a privilegiada represa do Rio Atibainha, integrante do Sistema Cantareira, que abastece toda a Região Metropolitana de São Paulo.

A área conta com marinas bem estruturadas que abrigam os veículos náuticos, como lanchas e jet skis, mas também recebem famílias que tiram o dia para curtir o lazer, natureza e a estrutura das marinas, que disponibilizam áreas para churrasco e esportes.

Igreja Matriz

 

 

Construída, segundo historiadores, em 1676, a Igreja Matriz Nossa Senhora de Nazaré serve tanto aos religiosos como àqueles que curtem história. A igreja, ainda como capela, foi a primeira construção daquela região, erguida pelo fundador da cidade, Matias Lopes.

Curiosidade: A matriz foi erguida nos estilos arcaico e barroco, com imagens originárias de Portugal. Segundo historiadores, a imagem original de Nossa Senhora de Nazaré foi "raptada" pelo irmão de Matias Lopes e levada à sua capela, a alguns quilômetros dali. No entanto, o fundador a buscou de volta, ignorando a versão do irmão de que ela teria, por milagre, se deslocado sozinha.

 

 

Construções de fazendas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As construções antigas das fazendas locais são uma boa viagem ao passado. A Casa de Francisco Derosa, por exemplo, é datada do início do século XX. Prefeito à época, ele é fundador da escola mais antiga do município, localizada no bairro Marmeleiro.

Há também a Casa dos Escravos, construção do século XVII que mantém sua estrutura e parte do mobiliário da época. Como o nome diz, foi moradia de dezenas de escravos que trabalharam nas fazendas daquela região

O Casarão de Cuiabá ou a Casa dos Escravos, fica localizado no bairro Cuiabá, num ponto muito próximo as divisas de Nazaré Paulista com Guarulhos e Santa Isabel. O acesso ao bairro  por Guarulhos é precário, melhor ir por Santa Isabel ou Nazaré Paulista (veja o mapa).

Pela estrada Cuiabá, segue  as placas que indicam  "Casa dos Escravos". Não é simples localizar, mas vale à pena.

Pessoas que já estiveram lá,  foram recebidas por seu José, que falou um pouco sobre o casarão. Ele contou que a casa pertence a sua família e que ele cresceu nela.  

 

Diversão na Represa
Diversão na Represa
press to zoom
press to zoom
Leve seu jet sky
Leve seu jet sky
press to zoom
Cidade de Nazaré Paulista
Cidade de Nazaré Paulista
press to zoom
Nazaré
Nazaré
press to zoom
Nazaré Paulista
Nazaré Paulista
press to zoom
Vista aérea
Vista aérea
press to zoom
Rodovia Dom Pedro
Rodovia Dom Pedro
press to zoom
Represa
Represa
press to zoom
A Cidade
A Cidade

BREVE HISTÓRICO DO MUNICÍPIO: Nazaré Paulista, um dos municípios mais antigos do Estado, fundado em 1676 por Mathias Lopes e Zuzarte Lopes, bandeirantes que partindo de São Paulo de Piratininga, aventuraram-se pelo interior, desbravando o sertão e fundaram o nosso Povoado. Neste ano o município irá comemorar em 21 de nov. de 2017 o seu 341º aniversário de fundação, quando será celebrada a Festa da Padroeira “Nossa Senhora de Nazaré”. Convidar o visitante turista para as nossas festas religiosas.

press to zoom
A IGREJA “NOSSA SENHORA DE NAZARÉ” –
A IGREJA “NOSSA SENHORA DE NAZARÉ” –

1676 Quando da fundação do povoado, seus fundadores erigiram uma pequena capela em louvor a Nossa Senhora de Nazaré, no cimo desta montanha, ladeada pelo Rio Atibainha a uma altitude de 870 metros. 1682- A Capela tornou-se “Curada, ou seja, teve um Padre efetivo. 1686- A Capela passou a ter a categoria de Paróquia, com a realização dos primeiros batizados e casamentos e o primeiro óbito em 1690 1731- Nazré Foi elevada a categoria de freguesia sendo demarcadas as suas divisas eclesiástica.

press to zoom

Em 1690 o Padre Manoel Cardoso de Lima assim descreveu a Capela no Livro Tombo: “A Igreja é feita de taipa, e tem no meio do altar a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, não tem torre nem campanário…”^, Ela passou por diversas reformas: 1795 – Foi reconstruída pelo Capitão de Ordenanças Joaquim Silveira Franco, 1879/1882 – Com ajuda do Governo do Estado, sendo Padre Nicolau Carpinelli, foi construída a torre, com campanário, sinos e para-raios, (continua)...

press to zoom
Interior da Igreja Matris
Interior da Igreja Matris

901- o padre Domingos Cidad nomeou uma comissão que ampliou a Igreja com a Capela do Santíssimo Sacramento, sendo escultor Marino Del Favero e pintor Lourenço. 1917 – foi reformado o altar de Nossa Senhora, sendo Padre Agostinho Camarzana e seu coadjutor o Padre Bento Yanez. 1948/1953- Houve a chamada “Grande Reforma” comandada pelo então Padre Afonso Kurschewsky, transformando a igreja de estilo colonial, com repartições em madeira para o atual estilo moderno, com colunas gótico-romanas.

press to zoom
Interior da Igreja Matriz
Interior da Igreja Matriz
press to zoom
Igreja Matriz
Igreja Matriz
press to zoom
Casa dos Escravos
Casa dos Escravos
press to zoom
Tanque do casarão
Tanque do casarão
press to zoom
Clindro da moendade cana do casarão
Clindro da moendade cana do casarão
press to zoom
Cilindro do casarão
Cilindro do casarão
press to zoom
Casarão do bairro de  Cuiabá
Casarão do bairro de Cuiabá
press to zoom
Área externa da casa dos escravos
Área externa da casa dos escravos
press to zoom
Área externa da casa dos escravos.
Área externa da casa dos escravos.
press to zoom
Relicário da casa dos escravos.
Relicário da casa dos escravos.
press to zoom
Relicário e o pilão da casa dos escr
Relicário e o pilão da casa dos escr
press to zoom